“Mala de viagem” é uma performance de teatro participativo e de interacção. Tomando como ponto de partida a técnica de clown, Maria é uma personagem que tenta estabelecer uma ligação nas suas imensas viagens entre a sua solidão e as pessoas que vai encontrando pelo caminho. Um jogo de tempo, de momento, de expressão, de movimento, de silêncio e de conversa de circunstância. Uma mala de viagem que contempla em si um enorme leque de recordações que servem de material ilustrativo às suas estórias. A criação desta personagem passa pela necessidade de interagir com o público. Maria e a sua mala de viagem tentam por em acção todo este conjunto de factores, contando estórias de circunstância improvisadas, estórias de antigamente, por vezes ficando em silêncio, gesticulando apenas com seu corpo conjugando simultaneamente com a acção de tirar objectos da sua mala, como óculos graduados, óculos de sol, guarda-chuva, penas, uma flor, entre outros.
A estética deste espectáculo transporta os espectadores para um mundo distante, de imaginação, simplicidade e pureza infantil, fazendo-os esquecer a racionalidade da realidade envolvente.

Sinopse: Maria é uma caixeira viajante que gosta de contar estórias de antigamente. Viaja como se o tempo fosse eterno, como se não houvesse tempo… em cada viagem que faz a sua imaginação cresce um pouco mais… e a sua mala carrega uma estória mais. Uma mala que guarda em si uma quantidade de objectos que faz questão de mostrar a cada pessoa que cruza, a cada estória que conta.

Fotografias

Mais informações: Mala de Viagem website